Presidentes

GALERIA DOS EX-PRESIDENTES
ADALIR PECOS BORSATTI (1992/1994; 1999/2000)
ADALIR PECOS BORSATTI
Adalir Pecos Borsatti nasceu em 6 de setembro de 1948 em Ipira (SC). Casado com Rosane Letícia Biesus Borsatti, com quem tem 2 filhos: Giorgia e Thiago. Primeiro presidente do Conselho Estadual de Esporte, Pecos, então à frente da DIDE (Diretoria de Desportos da Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esporte)  de 1991 a 1993, no governo de Vilson Pedro Kleinübing, lutou pela criação do sistema esportivo de Santa Catarina, que inclui a Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte), o Conselho Estadual de Esporte (CED)  e o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD). Graduado em Educação Física pela Universidade Regional de Joinville/SC, em 1976, profissional de Educação Física, de Marketing Esportivo e de Organização de Eventos Esportivos com pós-graduação na Universidade Gama Filho, do Rio de Janeiro, Pecos foi professor de Marketing Esportivo e Gestão de Projetos do curso de Educação Física e Esporte da Unisul. Tem no currículo uma longa história como atleta e dirigente na área esportiva. Por mais de 15 anos foi atleta de vôlei, atletismo, basquete, handebol e punhobol. Como dirigente esportivo, iniciou seus trabalhos como Diretor de Esportes da Comissão Municipal de Esportes de Concórdia/SC em 1977. Foi administrador da Federação Catarinense de Paddle em 1993. Fundou e presidiu a Associação das Federações Desportivas de Santa Catarina - AFESC - Gestão 1996/97 e a Federação Catarinense de Voleibol - Gestão 1996/2000. A partir de 1994, passou a dedicar-se a produzir eventos esportivos associados ao turismo, no litoral catarinense, com edições anuais: Verão Mágico, Floripa Games e Meeting Sports & Fitness, sendo Sócio-gerente da empresa Pecos-P2 Esporte e Turismo Ltda. Consultor de Projetos, instrutor de cursos e palestrante na área de Administração Esportiva em Seminários, Congressos e Fóruns desenvolvidos na região sul do Brasil.


FELIPE ABRAHÃO NETO “FEIO” (1995/1996)
FELIPE ABRAHÃO NETO FEIO
Felipe Abrahão Neto nasceu na cidade paranaense de Marechal Malé no dia 5 de setembro de 1939 e ainda adolescente mudou-se para Santa Catarina. Ex-atleta de futebol de campo e futebol de salão, Feio - como é mais conhecido no meio desportivo - marca sua passagem pelo desporto como um dos mais destacados dirigentes de esporte amador catarinense. Entre os principais títulos como atleta, Feio foi campeão do Oeste do Campeonato Estadual de Futebol em 1959, vice-campeão estadual de futebol de salão em 1965 e vice-campeão de futebol de salão dos Jogos Abertos de Santa Catarina em 1967 defendendo a cidade de Curitibanos, em Joaçaba. Participou dos Jogos Abertos como atleta e dirigente desde sua sexta edição, em 1966, na cidade de Brusque. Feio ficou conhecido também como "O pai dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina", competição que idealizou e ajudou a organizar a primeira edição em 1988 na cidade de Curitibanos. Na oportunidade, Feio era o Diretor da Coordenadoria de Desportos de Santa Catarina, órgão responsável pela área desportiva do Governo do Estado. Ainda como dirigente esportivo foi fundador e dirigente da Comissão Municipal de Esportes e da Fundação Municipal de Esportes de Curitibanos, foi também membro do Conselho de Representantes dos JASC, conselheiro e presidente do Conselho Estadual de Desportos.


HERCÍLIO PARAGUASSU ANTUNES DE FREITAS (1997/1998; 2003/2004; 2009/2010)
HERCÍLIO PARAGUASSU ANTUNES DE FREITAS
Nasceu em 04 de julho de 1954 em Cacequi (RS). Graduado em Educação Física – UFSM/RS (1978) e bacharel em Direito – UnC (2012). Tem especialização em administração esportiva (1984), em educação física 1° e 2° Grau (1993) e em administração pública (1995). Como atleta, nos anos 60/70 participou de jogos regionais de futebol, futsal e atletismo e nos anos 80 teve conquistas no futebol amador regional e estadual. Foi técnico de futsal e basquetebol nos anos 70 e 80; técnico de voleibol, atletismo e futebol nos anos 70 e de handebol nos anos 80 e 90. Foi dirigente de futebol nos anos 70 e de handebol nos anos 90 e 2000. Atuou como dirigente esportivo municipal (anos 80/90), estadual anos 80/90 e 2000/ 2003 a 2006/ 2011 e 2013/2014 e como diretor na Fesporte (2003/2005). Foi presidente de Clube Esportivo – anos 80/90; presidente de Liga Desportiva de futebol, futsal, bocha/bolão – anos 80; presidente da Associação Estadual das Ligas de Futebol – anos 80 e Conselheiro do CED desde a sua criação (1992/2017).


EMANUEL MARTINS (2001/2002)
EMANUEL MARTINS
Nascido em Florianópolis no dia 29 de abril de 1951. Emanuel Martins é graduado em Educação Física pela UDESC e é formado em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. Manecão, como é conhecido, foi atleta da modalidade de basquetebol de Florianópolis, com registro na antiga Fundação Atlética Catarinense em 1967. Em seu currículo está a participação em inúmeros campeonatos estaduais e Jogos Abertos até o ano de 1975. Encerrada a carreira como atleta, seguiu envolvido com o esporte catarinense, e foi técnico da Seleção Catarinense Universitária durante os Jogos Universitários Brasileiros de Belo Horizonte – MG, em 1975. Presidente do Diretório Acadêmico do CEFID/UDESC, em 1976 e 1977, foi chefe da divisão de Educação Física e Desportos da SEC, em 1977/1978. E também técnico da Seleção Catarinense Escolar quando dos Jogos Escolares Brasileiros de Brasília – DF, em 1977. Manecão também passou por cargos administrativos no esporte estadual, desde a UNED (Unidade de Educação Física e Desporto vinculada à Secretaria de Educação e Cultura) que passou depois a se chamar COD, também DIDE, e hoje é a Fesporte, responsável pelos eventos esportivos do Estado. Foi membro do Conselho Técnico  e do Conselho de Representantes dos JASC, e  membro do Tribunal de Justiça Desportiva de SC. Integrou a Delegação Brasileira nas Universíades em Scheffild – Inglaterra em 1994, e também nas Universíades em Catania/ Palermo, na Itália, em 1998.


RENAN DAL ZOTTO (2005)
RENAN DAL ZOTTO
Renan Dal Zotto, nasceu em São Leopoldo em 19 de julho de 1960. Ex-jogador de voleibol, Renan representou o Brasil em três Olimpíadas, três Mundiais, três Pan-americanos e dois Mundialitos. Pertenceu a famosa “Geração de Prata” da Seleção Brasileira. Recebeu os títulos de jogador mais espetacular do mundo, melhor defesa do mundo, melhor atacante do mundo e de jogador do voleibol do século 20, em 2001. No final de 1988, antes de ir para a Itália, Renan casou com a empresária Annalisa Blando Dal Zotto, com quem tem dois filhos, Gianluca e Enzo. Quando retornou da Itália, Renan encerrou sua carreira como jogador e passou a comandar a equipe do Palmeiras/Parmalat, conquistando o vice-campeonato da Superliga Masculina de Vôlei e o vice-campeonato Paulista. Em 1995 passou a treinar a equipe catarinense do Frigorífico Chapecó e em 1997 retornou ao Rio de Janeiro para ser técnico da equipe Olympikus, por dois anos. Em 1999 idealizou a criação 1999 do projeto de voleibol na Universidade do Sul de Santa Catarina – UNISUL, esse projeto proporcionou a profissionalização do voleibol adulto na Grande Florianópolis. Por meio de parcerias a Universidade montou a equipe de voleibol adulta masculina que, em 2003, consagrou-se campeã da Superliga de Voleibol. Após seis anos como dirigente da equipe de voleibol da Unisul em Santa Catarina, Renan retorna às quadras como técnico e gestor da equipe Cimed, em Florianópolis em 2005. Neste ano, passa a integrar o Conselho Estadual de Desportos como presidente. Ao deixar as quadras como jogador e técnico, Renan Dal Zotto passou a atuar como gestor, desenvolvendo diversos projetos vitoriosos.


PEDRO JOSÉ DE OLIVEIRA LOPES (2006; 2007/2008)
PEDRO JOSÉ DE OLIVEIRA LOPES
Nascido em Cachoeira do Sul, no Rio Grande do Sul. Casado com Dóris da Costa Lopes, pai de Paulo Ricardo e Luiz Maurício, e avô de Maria Luiza. Pedro José de Oliveira Lopes foi um dos grandes incentivadores e disseminadores do esporte em Santa Catarina. Jornalista de rádio, televisão e jornal impresso, dedicou toda a sua vida ao esporte catarinense. Foi vice-presidente da Liga Joinvilense de Futebol, presidente da Comissão Especial de Esporte de Joinville para os Jogos Abertos em Mafra e presidente da Fundação Municipal de Esporte de Joinville. Participou do Conselho de Julgamento dos Jogos Abertos, em Tubarão, foi membro do Conselho Regional de Desportos, presidente do Conselho Estadual de Esporte, e presidente da Fundação Catarinense de Esporte, a Fesporte. Como jornalista esportivo foi vice-presidente da Associação dos Cronistas Esportivos de Santa Catarina e relator da comissão de criação da Associação Brasileira de Cronistas Esportivos – ABRACE. Na Federação Catarinense de Futebol, foi presidente e diretor técnico, e diretor de futebol da Confederação Brasileira de Futebol – CBF. Foi presidente da Federação das Empresas do Transporte de Carga de Santa Catarina – Fetrancesc e continua estimulando o esporte e prática esportiva no âmbito das instituições que comanda.


SÉRGIO VIEIRA GALDINO (2011/2013)
SÉRGIO VIEIRA GALDINO
Natural de Armazém-SC, nasceu em 07 de maio de 1969 e reside em Blumenau desde 1974.  Possui Licenciatura plena em Educação Física pela Universidade Regional de Blumenau - FURB (1990); pós-graduação em Ciência do Movimento Humano pelo IBEPX (2001). Como atleta de Marcha Atlética, representou o Brasil em três Jogos Olímpicos (Barcelona 1992, Atlanta 1996, Atenas 2004). Participou dos Jogos Panamericanos em Havana 1991, Mar Del Plata 1995 e Santo Domingo, 2003. Participou ainda de 12 Campeonatos Mundiais de Atletismo. É penta Campeão Sul-americano de Marcha Atlética, 14 vezes Campeão Brasileiro e 16 vezes Campeão dos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC). Recordista brasileiro na prova dos 20 Km Marcha Atlética com o tempo de 1h:19:56 (marca obtida em 1995 na cidade de Eisenhüttenstadt, Alemanha) até 2017. Quando estava se preparando para encerrar sua carreira como atleta, Galdino iniciou a trajetória na gestão esportiva, foi Diretor Técnico da FMD de Blumenau (2007-2008), priorizando o trabalho de base (a iniciação esportiva na sua gestão ultrapassou os 2000 alunos atletas). Em 2009 foi convidado a assumir o cargo de Diretor Executivo da FMD de Blumenau, cargo que ocupou durante 8 anos (2009 a 2016). Foi coordenador dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBS) nos anos de 2007 e 2010, coordenador do Mundial Universitário de Handebol (2012), chefe de delegação de Blumenau em OLESC, Joguinhos, JASC, PARAJASC e JASTI (2008-2014). Em 2013 foi presidente da Comissão Central Organizadora - CCO dos 53ª JASC. Membro do Conselho Estadual de Esporte de 2005 a 2017 e Presidente do CED de 2011 a 2013. Membro da diretoria da ADAB – Associação Desportiva Atletismo Brasil (2016/2017) e vice presidente da Federação Catarinense de Atletismo (2017/2021). Sempre teve como objetivo de trabalho fazer gestão esportiva de qualidade e respeito e trabalhar o esporte como agente de integração social, de oportunidade, solidariedade e fator de crescimento econômico.


ALEXANDRE BECK MONGUILHOTT (2013/2015; 2017/2019)
ALEXANDRE BECK MONGUILHOTT
Graduado em direito pela Univali em dezembro de 1996, advogado inscrito na OAB em 1997, Presidente do CED nas gestões 2013/2015 e 2017/2019, Conselheiro do CED na gestão 2011/2013, Presidente do TJD/SC em 2008 e 2010, Presidente do TJD do Futebol Catarinense em 2010/2011 e 2015/2016, Presidente da Comissão de Direito Desportivo da OAB/SC de 2004 a 2010 e em 2014/2015, Membro da Comissão de Direito Desportivo do Conselho Federal da OAB em 2013/2015, Presidente da Comissão Disciplinar Nacional dos JUB`s de 2009 a 2013, Presidente da 4a Comissão Disciplinar do TJD do Futebol 2016/2017, Presidente da Comissão Disciplinar da Liga Florianopolitana de Futebol de 2003 a 2007, Auditor dos STJD`s do Judô, Atletismo, Vôlei, Canoagem, Levantamento de Peso e Tênis, Procurador do STJD do Futebol em 2007. Autor de artigos publicados na Revista FIEP, participante, congressista ou palestrante dos 11 Fóruns Internacionais de Esporte realizados em Santa Catarina de 2002 a 2012, presente nas principais competições esportivas realizadas no Estado de Santa Catarina nos últimos 17 anos, principalmente naquelas promovidas pelo Sistema Desportivo Catarinense.


MICHELE DE SOUZA (2015/2017)
MICHELE DE SOUZA
Nasceu em Criciúma em 03 de novembro de 1978, reside em Florianópolis desde 1995. Bacharel (1996/2001) e licenciada (2003/2005) em Educação Física pela Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC; nutricionista pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC (2001); especialista em Fisiologia do Exercício pela Universidade Gama Filho (2003) e mestre em Ciências do Movimento Humano pela UDESC (2008). Atua na área da educação física e esporte desde 1997. Fez parte do quadro de arbitragem da Federação Catarinense de Voleyball (1997 a 2012) como apontadora na categoria nacional. Foi Gerente Técnica da Unesporte – União de Instituições de Esporte, Educação Física e Lazer de SC (2008 a 2010) e, posteriormente, Diretora Geral (2011 a 2013). Foi coordenadora geral de diversos eventos esportivos em Santa Catarina, destacando cinco edições do Fórum Internacional de Esportes (2008 a 2012), o 2º Congresso Brasileiro de Gestão Esportiva (2008) e o 21º Encontro Nacional de Recreação e Lazer (ENAREL) em 2009, além de ter coordenado a etapa estadual da Conferência Nacional de Esporte em 2010.  Docente do curso de Educação Física (licenciatura e bacharelado) da UDESC de 2009 a 2012 e professora convidada em vários cursos de pós-graduação em Santa Catarina. Autora de diversos artigos científicos na área da educação física e nutrição esportiva. É uma das autoras do livro “Documento de Orientação para a política do esporte e lazer de Santa Catarina” (Blumenau: Nova Letra, 2008, v.01. p.91) e autora de capítulo do livro “ENAREL - 21 anos de história” (Belo Horizonte: Super Nova, 2010, v.1, p. 245-253). Atualmente é servidora concursada da Secretaria de Estado da Saúde, no cargo de Profissional de Educação Física, lotada na Diretoria de Educação Permanente. Foi conselheira do Conselho Regional de Educação Física (CREF 3/SC) de 2005 a 2015 e membro da sua diretoria.  Exerceu a presidência da Comissão de Orientação e Fiscalização do CREF de 2007 a 2011. Conselheira no Conselho Estadual de Esporte (CED), nas gestões 2011-2013 e 2013-2015, representando os profissionais de educação física. Foi a primeira mulher a presidir o Conselho Estadual de Esporte (2015/2017), representando a Associação das Federações Esportivas de Santa Catarina.

© 2013 - Desenvolvimento